jul/15

Ficcionando Entrevista #005

Olá!! Estamos aqui para trazer mais uma entrevista para vocês!

Este mês nós entrevistamos a Frann Strack, que vocês escolheram lá no grupo para ser a autora do mês de Julho aqui no site.

Eu só queria aproveitar e dizer que nós estamos muito felizes com os resultados das entrevistas, as autoras têm respondido as nossas perguntas de forma maravilhosa. Ah, não posso deixar de agradecer as nossas incríveis betas que também têm ajudado na formulação das perguntas.

Nós esperamos que vocês, leitores, também estejam curtindo as entrevistas!
  


  
⦁ Ficcionando Pergunta: Qual foi sua reação ao descobrir que seria a autora destaque do Ficcionando em Julho?

Frann: Surtei, com certeza! Eu já tinha surtado quando vi que tinham me indicado, quando ganhei, o surto só aumentou. Obrigada todo mundo que votou em mim.

  
⦁ Ficcionando Pergunta: Há quanto tempo você escreve? Como começou?

Frann: Faz seis anos que eu entrei para esse mundo maravilhoso. Foi em 2010, logo depois que descobri o mundo das fics. Eu acabei ficando sem internet por três dias e, do nada, escrevi a minha primeira short, que era uma fanfic de All Time Low. Aí fui atrás e aprendi a fazer o script. Depois disso, foi só amor!

⦁ Ficcionando Pergunta: Você é uma das idealizadoras do projeto Coletâneas da Depressão, em que autoras se juntam para escrever songfics, postado na área de Antologias aqui no Ficcionando. Como e quando surgiu a ideia para criar o CdD? Quantas antologias vocês fizeram até hoje? Como funciona a organização do projeto?

Frann: Faz três anos que a gente começou com o projeto. A verdade é que a ideia inicial veio da RaphaellaR., ela falou com a Ariel Miranda e comigo sobre isso. E aí o grupo acabou surgindo com o especial inicial, que foi o Projeto V (do álbum do Maroon 5), que está postado aqui no site. Após isso, o projeto foi crescendo cada vez mais. Se não me engano, temos doze especiais prontos e, atualmente, estamos com o nosso terceiro projeto de Halloween no ar ❤
Quando os projetos não são temáticos de uma certa época do ano (tipo Halloween), abrimos votação de bandas/cantores e juntamos os mais votados para abrir um novo especial. Cada pessoa que for participar tem que sugerir uma música daquela banda e a gente faz o sorteio. Sim, é um sorteio e de modo algum a pessoa pode pegar a música que ela mesma sugeriu — ou não teria nenhuma graça, não é?

  
⦁ Ficcionando Pergunta: Como outras autoras podem fazer para participar do projeto?

Frann: Até hoje, todas as autoras que participam ou participaram do CDD foram convidadas. Isso nunca mudou.

  
⦁ Ficcionando Pergunta: Você costuma escrever fics para o projeto, certo? Como se inspira para escrever tantas songfics?

Frann: Sim! Dos treze especiais que teve (contando com o atual de Halloween), participei de dez. Porém, em três deles (Forever Halloween, AM + NBHD e Get Your Future Hearts On!) escrevi duas shorts. Isso totaliza treze fics.
Gente! Eu não tenho nem ideia de onde consigo me inspirar para escrever tantas shortfics inspiradas nas músicas. Sério! Eu participo de todo especial do CDD que for de Halloween ou de alguma banda que eu goste e dou um jeito de escrever. Já aconteceu até mesmo de eu ter toda a ideia pronta desde o começo do especial e acabar escrevendo a short inteira nos últimos três dias de prazo. As músicas que pego no sorteio ajudam um pouquinho com as ideias (às vezes, bem pouco), o resto só vem. Geralmente, tenho umas ideias malucas, então, eu dou um jeito de encaixar.

  
⦁ Ficcionando Pergunta: Você também escreve fics em parceria com outras autoras. Como é o processo criativo quando a história é escrita à quatro mãos?

Frann: Escrever em parceria é maravilhoso. Tanto que tenho histórias em parceria com a RaphaellaR., com a MCM Parker e até uma fanfic de Jurassic World com a Ariel Miranda (em breve, yay!). O processo criativo é incrível. Você pode ter uma ideia super idiota que a outra vai lá e faz a coisa funcionar (pelo menos com essas três é assim). Como dizem por aí, duas cabeças pensam melhor do que uma. Nesse caso, concordo totalmente. São muitas ideias para debater e ver o que pode funcionar na história. Eu acho incrível escrever em parceria e me divirto muito com isso. Além de, é claro, isso já ter me trazido amizades maravilhosas!

  
⦁ Ficcionando Pergunta: Tem alguma fic sua que é a favorita? Não vale responder que todas têm um lugar especial no coração, porque sempre tem aquela que faz nossos olhos brilharem quando falamos sobre.

Frann: O que? Como assim não pode dizer que são todas? Ué! Brincadeira.
A mais favorita (mesmo) entre todas é Irmãs Jackson e O Assassino do Asterisco, que escrevo em parceria com a RaphaellaR. “Miss Jackson: Trip to San Fran”, da antologia PANIC!, hospedada aqui no site, é um spin-off dessa história.

  
⦁ Ficcionando Pergunta: Qual a sua parte preferida ao construir um personagem?

Frann: Eu adoro criar o backstory do personagem. Mesmo que nunca mostre isso na história, eu preciso saber. Porque o passado do personagem é o que faz ele ser o que ele é. Preciso saber de pelo menos uma parte marcante para explicar o modo que ele age com as outras pessoas ou com alguma pessoa em especial. Eu sempre penso nisso quando crio um personagem.

  
⦁ Ficcionando Pergunta: Você tem algum tipo de rotina na hora de escrever? Como um horário, um lugar, uma trilha sonora ou algum tipo de aquecimento?

Frann: Antes eu só escrevia de noite, de madrugada, quando não tinha nada para tirar a minha atenção. Agora, com a faculdade e um monte de trabalhos/jogos para entregar, eu escrevo quando sobra tempo. Eu só preciso conseguir pegar um momento em que eu esteja mais de boa, aí é só sentar na frente do notebook, colocar música para tocar e escrever. Sem música não sai nada. Desde que tenha música tocando, está tudo okay.

  
⦁ Ficcionando Pergunta: Deixe um recado para seus leitores e um convite para a galera conhecer suas fics.

Frann: Me sinto na obrigação de deixar um recado especial para meus leitores que são escritores (e para os que não são também)… A gente entra nesse mundo de ler/escrever fics e acha que é simplesmente isso. Não é! Não é só isso. Tem mais. E é incrível! Você faz amigos, bons amigos, e não são só virtuais, não. Sou a prova viva disso. Esse mês eu acabei saindo aqui do Rio Grande do Sul e fui até Petrópolis, no RJ, no aniversário da RaphaellaR., que virou uma das minhas melhores amigas. E sabe quem mais eu encontrei lá? A Ariel Miranda (que também virou uma grande amiga minha), que saiu de São Paulo para ir para lá. E adivinha só? Eu só conheci essas duas (tanto na internet quanto pessoalmente) porque um dia eu entrei nesse mundo e comecei a ler e escrever fics. Então, não esqueçam; Ler/escrever não é só um passatempo, é muito mais incrível do que isso. E vale muito a pena!
Vocês que não me conhecem: Olá, eu sou a Frann. Juro que sou legal. Se vocês gostam de loucuras, fogo, algumas mortes, talvez, mais loucuras e um pouco (ou bastante?) romance, leiam minhas fics! Vocês não vão se arrepender… Eu acho.

  


  

A Frann Strack escreveu Miss Jackson: Trip to San Fran, Blood Red entre outras. Você pode conferir as antologias do Coletâneas da Depressão hospedadas no Ficcionando aqui.

Postado por Ficcionando em 15,julho,2016---Sem Coment|Categoria: Entrevista


0 Coment.

Comente aqui!


FICCIONANDO |TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | 2015